Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Oh captain! My captain!

" But only in their dreams can men be truly free. 'Twas always thus, and always thus will be."

Oh captain! My captain!

" But only in their dreams can men be truly free. 'Twas always thus, and always thus will be."

Qua | 27.07.16

De volta das trevas e escuridão!

Mil anos depois, estou de volta! É verdade, após uma ausência de dois meses, em grande parte motivada pela faculdade, estou de volta ao meu refúgio. E, amigos, que bom é voltar!

Que bom é escrever novamente, livre de preocupações e afazeres. Mas, simultaneamente, é estranho estar novamente perante este painel em branco, à espera das minhas palavras e ideias. Escrever tem muito que se lhe diga. Para mim, sempre foi a melhor estratégia de lidar com as minhas emoções e pensamentos. Enquanto escrevo, deposito tudo de mim, sem grande preocupação com erros ou estrutura gramatical, ou até se as ideias fazem sentido ou não. Vou escrevendo ao sabor do que sinto, ao ritmo que os sentimentos e pensamentos imprimem e sempre que volto ao início do texto, surpreendo-me. Escrevo coisas que nem me dei conta de ter escrito e que me surpreendem por estarem dentro de mim. O alívio que a escrita proporciona é uma das melhores sensações que se pode experienciar. 

Mas aqui estou eu, sem saber muito bem sobre o que escrever. Reparei que da última vez que cá estive, estava a ler o "Kafka à beira-mar" do Haruki Murakami. Entretanto, já o li, já li também o "Onze tipos de solidão" de Richard Yates e o "A sul da fronteira, a oeste do sol" do Haruki Murakami. Adorei todos, embora todos me tenham provocado diferentes sensações e me tenham colocado a pensar em diferentes coisas. Talvez escreva sobre eles nos próximos dias.

Actualmente, estou a ler o "Mataram a cotovia" de Harper Lee. Embora esteja a gostar e ache que o livro está escrito de forma incrível, ainda não me apeguei totalmente à história. Aquela sensação de não conseguir parar de ler, de ter de saber o que vai acontecer a seguir, de ficar apaixonada pelas personagens ou pela trama ... ainda não senti nada disto em relação a este livro. Mas vou lendo, porque uma boa escrita é sempre uma leitura saborosa.

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.